Pudim de leite condensado – receitas da Lara

» Postado em Doces, receitas da Lara / quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Bom, todo mundo sabe que com essa vida de correria nem sempre tenho tempo de alimentar este bloguito como gostaria. Prefiro postar aqui apenas receitas já testadas, e como não consigo cozinhar com a frequência que gostaria as vezes ele fica um tempão sem novidades,

Por isso, convidei a Lara, que é estudante de gastronomia e apaixonada por cozinha caseira, para compartilhar algumas receitas testadas por ela.

Escolhemos começar por um clássico… mas que não tem erro, todo mundo ama!

image1-2

 

Esta é a Lara, nova colaboradora do blog! :)

Esta é a Lara, nova colaboradora do blog! :)

Dicas da Lara para essa receita:

– use os ingredientes em temperatura ambiente

– Para ver se o pudim esta pronto, fure o pudim com um palito ,se sair limpo é porque esta bom , caso contrario deixe mais um pouco ate que o palito saia limpo.

– Só desenforme quando o pudim estiver morno

– Sirva depois de 2 horas na geladeira

Pudim de leite condensado
image1-2
  • » Ingredientes:

  • 2 latas de leite condensado
  • 2 latas de leite integral (use a lata do leite condensado como medida)
  • 4 ovos
  • Para a Calda :
  • 2 xicaras (chá) de açucar
  • 1 xicara (chá) de água

  • » Modo de Preparo:

  • Modo de preparo
  • Preaqueça o forno a 180º C (temperatura média)
  • Faça o caramelo e coloque em uma forma de furo no meio . Reserve
  • Em um liquidificador coloque as latas de leite condensado as de leite e os ovos, misture por 1 minuto
  • Coloque o liquido na forma que já esta caramelizada .
  • Leve ao forno ao banho Maria por 1 hora

Hummm... outras delícias:


Dica em Campos do Jordão – BOTECO DO VINHO

» Postado em Por aí... / segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Este fim de semana fui com alguns amigos passar um friozinho em Campos do Jordão.

Como já estamos em agosto, a cidade não estava tão abarrotada como costuma ficar em julho, e o passeio foi super gostoso.

A maioria dos bares e restaurantes que visitamos ficava no Capivari, o bairrinho central onde fica todo buxixo da temporada. Porém, na primeira noite, fizemos diferente: uma amiga havia recebido indicação de um restaurante ao lado do portal da cidade, ou seja, bem longe de onde se concentram os estabelecimentos mais famosos e visitados. Resolvemos seguir a indicação, e adoramos!

O Boteco do Vinho é um restaurante bem familiar, desses que você quase se sente sendo recebido na casa dos donos. Os proprietários são quem nos atendem, a matriarca da família é quem comanda a cozinha, e em um certo momento da noite vem na mesa para saber se tudo está bem. Nos sentimos super acolhidos.

Os vinhos oferecidos são bem legais, e ficam divididos por leves, médio corpo e fortes em prateleiras no meio do restaurante, onde você pode escolher o seu.

A comida foi bem gostosa, mas o ponto alto da noite foi a entrada: Roquefort na pedra quente, com 4 geléias caseiras.

Roquefort derretendo na pedra, e as geléias deliciosas

Roquefort derretendo na pedra, e as geléias deliciosas

meu prato principal foi polpetone bovino (tinha de cordeiro também), com fetuccine ao sugo

meu prato principal foi polpetone bovino (tinha de cordeiro também), com fetuccine ao sugo

Achei que a visita valeu bem a pena! recomendo!

 

R. Joaquim Corrêa Cintra, 475,
Campos do Jordão - SP, 12460-000
(12) 3662-5698

Hummm... outras delícias:


Torta de palmito

» Postado em Salgados / sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Essa semana participei do evento “Jovem Gourmet”, aqui em Sorocaba.

Minha amiga querida Vanessa Moreli faz parte da organização e me convidou para dar a aula de “tortas e quiches”.

O lugar tem uma estrutura ótima, uma cozinha super completa onde mostrei como eu faço algumas receitas.

A torta de palmito fez muito sucesso, e por isso vou compartilhar a receita aqui.

Também mostrei a quiche Lorraine e o cheesecake que ja tem receita no blog.

<3

<3

 

A mulherada atenta enquanto eu abria a massa da torta  :)

A mulherada atenta enquanto eu abria a massa da torta :)

Torta de Palmito
IMG_461087505
  • » Ingredientes:

  • PARA O RECHEIO:
  • 500 g / 2 vidros de palmito em conserva
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 cebola picada
  • 2 tomates
  • 1 colher (sopa) de farinha de trigo
  • 1 copo (americano) de leite
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 2 gemas
  • 1/2 xícara (chá) de salsinha
  • sal e noz-moscada a gosto
  • PARA A MASSA:
  • 4 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 200 g de manteiga gelada cortada em cubinhos de 1 cm
  • 1 lata de creme de leite com o soro gelada
  • PARA A MONTAGEM:
  • 1 xícara (chá) de queijo gruyere ralado
  • 1 clara de ovo
  • 1 gema de ovo para pincelar

  • » Modo de Preparo:

  • Comece fazendo o recheio, assim ele esfria um pouco enquanto você prepara a massa:
  • Pique o palmito em rodelas não muito finas (ou você pode comprar aquele palmito que já vem em rodelas)
  • Com uma faca, corte o tomate ao meio e retire as sementes. Corte cada metade em tiras finas. As tiras devem ser cortadas em quadrados pequenos.
  • Dissolva a farinha de trigo no leite, com cuidado para não empelotar.
  • Numa panela, leve o azeite ao fogo médio. Quando estiver bem quente, junte a cebola e o alho picados e misture. Deixe refogar por 4 minutos.
  • Acrescente o tomate na panela e misture. Junte o palmito e refogue por 5 minutos.
  • Adicione o leite com a farinha diluída ao preparado da panela e misture muito bem. Tempere com sal, noz-moscada e salsinha. Quando engrossar, desligue o fogo e imediatamente acrescente as gemas (levemente batidas) e misture, vigorosamente.
  • Agora, passe para o preparo da massa:
  • Preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). De preferência, deixe o creme de leite na geladeira com antecedência (na emergência, coloque no congelador por alguns minutos).
  • Numa tigela grande, coloque a farinha com o sal e o fermento. Junte os cubinhos de manteiga e, com as pontas dos dedos, misture até formar uma farofa grossa, sem dissolver completamente a manteiga - quanto mais pedaços de manteiga espalhados pela massa, mais crocante ela fica. Junte o creme de leite e amasse apenas para formar uma bolota.
  • Montagem:
  • Divida a massa em três partes. Reserve uma parte para fechar a torta.
  • Forme uma bola com 2/3 da massa e transfira para uma superfície polvilhada com farinha. Com um rolo, abra a massa num formato arredondado até ficar grande o suficiente para cobrir o fundo e as laterais de uma fôrma de torta de 24 cm de diâmetro.
  • Transfira a massa para a fôrma. A maneira mais prática é enrolar a massa no rolo e desenrolar sobre a fôrma. Com os dedos, pressione a massa contra as laterais e o fundo da fôrma e retire as sobras de massa.
  • Com um garfo, faça furos no fundo da massa. Cubra a massa com papel-manteiga e preencha o fundo da fôrma com feijões crus, apenas para fazer peso. Leve ao forno preaquecido para assar por 20 minutos.
  • Retire a massa de torta do forno e, com cuidado, retire o papel-manteiga com os feijões.
  • Polvilhe o fundo da torta com metade do queijo ralado, cubra com o recheio de palmito e polvilhe novamente com o restante do queijo.
  • Abra o resto da massa com o rolo e feche a torta com ela. Com as pontas dos dedos, pressione as beiradas e retire o excesso de massa. No centro da torta, com uma faquinha, faça um pequeno corte em cruz para que, ao assar, o vapor tenha por onde sair.
  • Se quiser decorar você pode usar as sobras de massa, usei cortadores de biscoito em forma de coração, para colar esses "enfeites" na massa, você usará a clara. Pincele a massa com uma gema de ovo batida com 1 colher (chá) de água.
  • Leve para assar em forno preaquecido por cerca de 40 minutos ou até dourar. É deliciosa quente, mas também pode ser servida em temperatura ambiente.

Hummm... outras delícias:


Dadinhos de tapioca assados

» Postado em Salgados / quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Eu gosto muito de sair, e tenho percebido que os tais “dadinhos de tapioca” (criados pelo chefe Rodrigo Oliveira do Restaurante Mocotó) se tornou um novo clássico (se é que essa expressão existe).

Eu adoro como entrada ou como porção pra petiscar!

Não sei porque eu imaginava que era feito de um jeito totalmente diferente do que é… e no dia que vi a receita fiquei louca pra fazer.

Fiz em um dia que recebi um montão de gente aqui em casa e foi sucesso total.

Fica ótimo com aquela geléia de pimenta que ja postei aqui.

Outra dica boa, é que se sobrar (sem assar) você pode colocar no congelador dentro da forma mesmo por umas duas horas, e depois transferir para saquinhos… e quando quiser comer de novo, é só assar.

image1

A tapioca granulada, que é a usada nesta receita, não é a mesma que a gente compra para fazer a tapioca na frigideira… ela parece mais com um monte de bolinhas… e no pacote vem escrito “tapioca granulada”, fiquem atentos!

Acho que eu não preciso escrever que não é merchan, né? Ninguém em sã consciência vai achar que a Yoki está me pagando, né? kkk

Acho que eu não preciso escrever que não é merchan, né? Ninguém em sã consciência vai achar que a Yoki está me pagando, né? kkk

 

Dadinhos de tapioca com queijo coalho
image1
  • » Ingredientes:

  • 1 1/4 de xícara (chá) de tapioca granulada
  • 250 g de queijo de coalho
  • 1/2 l de leite
  • 1 pitada de sal

  • » Modo de Preparo:

  • Forre com filme uma assadeira pequena, de cerca de 20 x 25 cm.
  • Numa tigela grande, rale o queijo-de-coalho. Junte a tapioca e misture. Tempere com sal e pimenta.
  • Leve o leite para ferver e misture à tigela com a tapioca, mexendo bem, com cuidado para não formar grumos, até que todo leite tenha sido incorporado. Não deixe endurecer muito. Transfira a mistura para a assadeira preparada e espalhe com a colher. Para deixar a superfície lisa, cubra com filme e aplaine com as mãos. Deixe esfriar e leve à geladeira por pelo menos 3 horas.
  • Forre o fundo de uma assadeira com papel-manteiga. Preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média).
  • Transfira a massa para uma tábua, retirando o plástico. Com uma faca, corte em tiras de 2 cm, e as tiras, em cubos. Leve para assar por 40 minutos ou até dourar. Se preferir, frite em óleo quente. Nesse caso, fica pronto num piscar de olhos.

Hummm... outras delícias:


O tal do filé a Wellington

» Postado em Salgados / quinta-feira, 16 de julho de 2015

Sou carnívora, e ponto final! Amo carne, e adoro ela sempre mal passada…

Isso não significa que eu não ache que devemos consumir alimentos de origem animal com consciência, ou que eu não dê valor a quem pensa diferente. A questão é que esse é o meu gosto.

Se você também tem esse mesmo paladar, vai ficar louco com essa receita, assim como eu fiquei. Já fiz um monte de vezes, e é sempre sucesso.

Apesar disso, ainda não havia vindo parar aqui porque, como vocês bem sabem eu sou ruim demais com as fotos (acabo comendo tudo, e lembro das fotos só depois… haha).

As principais vantagens dessa receita são:

– Ser ABSOLUTAMENTE deliciosa

– Bem fácil de fazer (apesar da receita ser grande, é fácil! juro!)

– Tem cara de que deu um trabalhão…

IMG_3760

IMG_3762                               Desculpem por essa foto tão feiosa! Mas juro que é DELÍCIA!

 

Filé a Wllington
IMG_3760
  • » Ingredientes:

  • PARA AS PANQUECAS:
  • - 3 ovos
  • - 6 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • - 150 ml de leite
  • - uma bolota de manteiga
  • PARA O PATÊ DE COGUMELOS
  • - 1/2 vidrinho de cogumelo paris em conserva fatiado fino
  • - 1 colher (chá) de azeite
  • - 1/4 de cebola cortada em cubinhos
  • - 2 colheres (sopa) de cream cheese
  • PARA O FILÉ
  • - 500 gramas de filé-mignon da parte do meio da peça (pera para o açougueiro tirar o cordão)
  • - pimenta-do-reino moída na hora
  • - 375 gramas de massa folhada pronta (gosto de uma marca chamada arosa)
  • - 4 fatias de presunto cru
  • - 1 ovo + 1 gema batidos

  • » Modo de Preparo:

  • Para preparar as panquecas, bata os ovos coma farinha em uma tigela. Aos poucos, adicione o leite, batendo sempre, para obter uma massa suave. Coloque uma frigideira anti- aderente em fogo alto. Adicione a manteiga, deixe derreter, despeje uma concha de massa e incline a frigideira para cobrir o fundo com uma camada fina de massa. Quando a parte de baixo da panqueca estiver dourada, vire e frite o outro lado. Vire a panqueca sobre um prato. Repita o processo até acabar a massa (comigo a primeira panqueca sempre sai esquisita... mas as outras se ajeitam)
  • Para fazer o patê de cogumelos, refogue a cebola no azeite, e junte os cogumelos fatiados. Refogue por 1 a 2 minutos e depois misture bem com o cream cheese.
  • Preaqueça o forno a 200 graus Celsius.
  • Tempere o filé-mignon com pimenta-do-reino e coloque em uma frigideira em fogo alto. Vire a carne para fritar de todos os lados (você sabe que aquele lado "selou" porque ele desgruda mais fácil da panela... são cerca de 4 minutos cada lado). Retire quando estiver dourada por igual e deixe descansar em local aquecido.
  • Abra a massa folhada até ficar com 5 mm (esta marca que eu falei acima, é só desenrolar, não precisa abrir). Coloque as panquecas no meio da massa. Arrume o presunto por igual sobre as panquecas. Espalhe o patê sobre um lado da carne e coloque-a sobre o presunto com o lado do patê virado para baixo.
  • Pincele o ovo batido com a gema na parte da massa que ficou sem panquecas. Embrulhe a carne e feche bem. Coloque o lado onde a massa foi fechada para baixo sobre uma assadeira e pincele com o ovo batido a parte que ficou para cima. Coloque na geladeira por 30 minutos.
  • Retire da geladeira e pincele com o ovo mais uma vez. Asse por 25 minutos ou até que a massa esteja dourada (se seu forno tiver a opção de grill, use de 2 a 5 minutos no final - cuidando para não queimar - que deixa lindo). Retire do forno e deixe descansar em uma travessa por 10 minutos (um pouco mais se você não gosta da carne muito mal passada).
  • Sirva em fatias.

Hummm... outras delícias:


Dica de lanchonete em Sorocaba – Eddie Mostarda

» Postado em Por aí... / quarta-feira, 01 de abril de 2015

Ontem fui conhecer uma lanchonete nova aqui em Sorocaba, e como sou louca por hambúrguer deixo a dica pra vocês.

O lugar é pequeno, e eles tem um foco grande em lanches pra viagem. Mas se você preferir comer por lá mesmo (que foi o que eu fiz) a decoração é super charmosa e eles oferecem wifi.

São poucas opcções de lanche, mas todos muito bem feitos. Hambúrguer bem alto, carne de primeira! O atendente me deu a dica: se você, como eu, gosta do hambúrguer mais mal passado, é só pedir! ;)

O preço também é bem justo pela quantidade de carne e capricho das preparações.

decoração fofa

decoração fofa

x-salada

x-salada

cheddar

cheddar

Eddie Mostarda
Rua Nogueira Padilha, 771
(15) 3342 1007

Hummm... outras delícias:


Dica de restaurante em São Paulo – Alma cozinha

» Postado em Por aí... / sexta-feira, 06 de março de 2015

Quem acompanha o blog já sabe que eu assisti e adorei o programa cozinheiros em ação do GNT. Por isso, na semana passada, resolvi ir conhecer o restaurante do jurado do programa chef Ivan Achcar.

O Alma cozinha fica em Perdizes, em uma rua não muito movimentada, fora do circuito dos restaurantes da modinha da capital… aliás, isso faz parte da proposta da casa: nada muito rebuscado, nada formal.

São poucas mesas, um espaço pequeno e aconchegante. Nada de carta de vinhos, você escolhe seu vinho na estante.

O cardápio é enxutíssimo (do jeito que eu amo!), e tudo com o carinho que a comida merece.

Logo que chegamos pedimos o pão da casa. Não deixe de pedir, é simplesmente sensacional!

De entrada dividimos um quibe de cordeiro que tinha um aroma tão intenso que você sentia o sabor (e que sabor) antes mesmo de colocar na boca.

Meu marido escolheu a paleta de cordeiro e eu o arroz de pato. Ambos impecáveis.

Tudo veio muito bem servido e por isso pulamos a sobremesa, mas certamente voltaremos lá para prová-las.

Além de tudo isso, por ter essa proposta low profile, o preço é bastante acessível para os padrões de São Paulo.

Esta foto é do google, porque como sempre me concentro na comida e esqueço de tirar foto... sorry :/

Esta foto é do google, porque como sempre me concentro na comida e esqueço de tirar foto… sorry :/

aí a pessoa fica tão emocionada com a delícia da comida que só lembra de bater foto quando já praticamente acabou. #blogueiraNata #sqn

aí a pessoa fica tão emocionada com a delícia da comida que só lembra de bater foto quando já praticamente acabou. #blogueiraNata #sqn

o vinho sempre muito bem escolhido pelo maridão <3

o vinho sempre muito bem escolhido pelo maridão <3

Esses sorrisos significam: "fomos muito bem alimentados"

Esses sorrisos significam: “fomos muito bem alimentados”

Alma cozinha:
Rua João Ramalho, 1489, Perdizes – São Paulo
fone: (11) 2835 1108

Hummm... outras delícias:


Tarte Tatin

» Postado em Doces / quarta-feira, 04 de fevereiro de 2015

Você conhece a tarte tatin? (se pronuncia tarte tatãn). Uma torta de maçã francesa deliciosa e delicada.

Este doce, super tradicional, tem uma história super legal! É mais uma daquelas maravilhas do mundo criadas acidentalmente. O chef Fábio Bitelli do Copa & Sala me contou a história e passou essa receita de hoje.

As irmãs Tatin, no século XIX, tentavam fazer um doce de maçã, mas como não ficou como esperavam cobriram com a massa e transformaram em torta, criando essa sobremesa deliciosa!

obrigada irmãs Tatin! yumi

obrigada irmãs Tatin! yumi

combina super para ser servido com um creme de creme de leite fresco ou com sorvete

combina super para ser servido com um creme de creme de leite fresco ou com sorvete

Tarte Tatin
obrigada irmãs Tatin! yumi
  • » Ingredientes:

  • 1 Kg de maçã gala
  • ½ fava de baunilha (usar as sementes)
  • 1 limão
  • 400 gramas de massa folhada
  • 40 gramas de manteiga sem sal
  • 60 gramas de açúcar refinado

  • » Modo de Preparo:

  • Descasque as maçãs e corte-as em 4 partes no sentido da altura, retirando o cabinho e as sementes.
  • Deixe as maçãs de molho em água com ½ limão espremido.
  • Escolha uma frigideira grande que possa ir ao forno.
  • Coloque toda a manteiga e o açúcar na frigideira.
  • Escorra e seque as maçãs e vá colocando-as na frigideira, tentando encaixar bem para não deixar espaços.
  • Espalhe sobre as maçãs na frigideira as sementes da fava de baunilha e a outra metade do limão espremido.
  • Tampe a frigideira e leve em fogo médio até que o líquido desprendido das maçãs alcance a borda da frigideira.
  • Destampe e baixe o fogo até reduzir e caraterizar (cor âmbar).
  • Retire do fogo.
  • Corte a massa folhada com o diâmetro um pouco maior que o da frigideira. Faça pequenos furos com o garfo na massa e leve ao forno médio pré-aquecido até dourar levemente.
  • Desenforme antes de servir.

Hummm... outras delícias:


Chá suchá e dica de instagram

» Postado em Bebidas / segunda-feira, 02 de fevereiro de 2015

Como já contei algumas vezes por aqui adoro o instagram (já me segue lá? @panelasepaetes). Gosto super de seguir perfis que dão dicas bacanas.

Atualmente um que venho achando super legal é de uma amiga querida dermatologista que sempre dá dicas ótimas e práticas para o nosso dia-a-dia, e deixo aqui a sugestão pra vocês: @dramarianadermatologia.

Na semana passada ela postou uma receita de chá (que eu adoro) com ativos que melhoram a circulação e diuréticos pra gente ter uns pontinhos a mais na guerra contra a celulite.

Pedi autorização, e aqui divido com vocês essa receita.

foto 2

foto 1

Suchá
foto 2
  • » Ingredientes:

  • 1 rodela de abacaxi
  • 4 colheres de sopa de romã
  • 1 colher (chá) de cavalinha
  • 1 colher (chá) de centena asiática
  • 1 colher (chá) de hibisco
  • erva doce fresca a gosto
  • anis estrelado
  • 3 xícaras de água quente

  • » Modo de Preparo:

  • Esquente a água em uma panela e, assim que começar a ferver, desligue o fogo e acrescente as ervas.
  • Abafe por 2 minutos e coe.
  • Em um liquidificador bata os demais ingredientes com o chá.
  • Leve a geladeira, para servir gelado.

Hummm... outras delícias:


Torta de Legumes

» Postado em Salgados / quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Bom, chega dessas “férias” forçadas do blog por falta de tempo…

A vida está uma loucura e o P&P ficou aqui abandonadinho…. mas eu estou cheia de aventuras novas na cozinha pra contar pra vocês…

Apesar de ter uma fila de receitas gorduchas e gostosas que fiz nas festas de fim de ano e nos fins de semana de janeiro, vou pular a fila e colocar aqui uma receita de torta de legumes super saudável. Explico o porquê: ontem coloquei uma foto dela no insta (@panelasepaetes) assim que saiu do forno, e muita gente curtiu e pediu a receita.

Ela ficou bem saborosa e leve, meu jantar foi metade da torta com uma saladinha.

<3

<3

Desculpem a ausência… cá estou!

Obs importante: Se alguém aqui faz Vigilantes do Peso, essa torta rende 2 porções com 6 propontos cada ;)

Torta de Legumes
foto
  • » Ingredientes:

  • 1 xícara de cenoura ralada no ralo grosso
  • 1/2 abobrinha ralada no ralo grosso
  • 1 cebola picada em cubinhos
  • 1 tomate sem sementes picado em cubinhos
  • 1 dente de alho amassado com um pouco de sal
  • 2 ovos
  • 4 colheres de sopa de leite desnatado
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo integral
  • 1 colher de chá de fermento
  • 4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • 1 colher de chá de mostarda djon (opcional)

  • » Modo de Preparo:

  • 1 - Ligue o forno para pré aquecer a 180 graus
  • 2 - Misture a cenoura, abobrinha, tomate, cebola e alho e tempere a seu gosto (usei tomilho, orégano e sal)
  • 3 - Em um recipiente separado bata os ovos com um garfo ou fouet
  • 4 - Acrescente aos ovos a farinha, o leite, a mostarda, metade do parmesão, e o fermento e misture bem
  • 5 - Junte os legumes a essa mistura
  • 6 - Transfira para uma forma (como usei forma de teflon não foi necessário untar, mas se você for usar forma de alumínio tradicional unte com manteiga ou azeite) e polvilhe o restante do parmesão por cima
  • 7 - Leve ao forno pré aquecido (180 graus) por cerca de 40 minutos ou até ficar dourado

Hummm... outras delícias: