Dica de restaurante em São Paulo – Alma cozinha

» Postado em Por aí... / sexta-feira, 06 de março de 2015

Quem acompanha o blog já sabe que eu assisti e adorei o programa cozinheiros em ação do GNT. Por isso, na semana passada, resolvi ir conhecer o restaurante do jurado do programa chef Ivan Achcar.

O Alma cozinha fica em Perdizes, em uma rua não muito movimentada, fora do circuito dos restaurantes da modinha da capital… aliás, isso faz parte da proposta da casa: nada muito rebuscado, nada formal.

São poucas mesas, um espaço pequeno e aconchegante. Nada de carta de vinhos, você escolhe seu vinho na estante.

O cardápio é enxutíssimo (do jeito que eu amo!), e tudo com o carinho que a comida merece.

Logo que chegamos pedimos o pão da casa. Não deixe de pedir, é simplesmente sensacional!

De entrada dividimos um quibe de cordeiro que tinha um aroma tão intenso que você sentia o sabor (e que sabor) antes mesmo de colocar na boca.

Meu marido escolheu a paleta de cordeiro e eu o arroz de pato. Ambos impecáveis.

Tudo veio muito bem servido e por isso pulamos a sobremesa, mas certamente voltaremos lá para prová-las.

Além de tudo isso, por ter essa proposta low profile, o preço é bastante acessível para os padrões de São Paulo.

Esta foto é do google, porque como sempre me concentro na comida e esqueço de tirar foto... sorry :/

Esta foto é do google, porque como sempre me concentro na comida e esqueço de tirar foto… sorry :/

aí a pessoa fica tão emocionada com a delícia da comida que só lembra de bater foto quando já praticamente acabou. #blogueiraNata #sqn

aí a pessoa fica tão emocionada com a delícia da comida que só lembra de bater foto quando já praticamente acabou. #blogueiraNata #sqn

o vinho sempre muito bem escolhido pelo maridão <3

o vinho sempre muito bem escolhido pelo maridão <3

Esses sorrisos significam: "fomos muito bem alimentados"

Esses sorrisos significam: “fomos muito bem alimentados”

Alma cozinha:
Rua João Ramalho, 1489, Perdizes – São Paulo
fone: (11) 2835 1108

Hummm... outras delícias:


Tarte Tatin

» Postado em Doces / quarta-feira, 04 de fevereiro de 2015

Você conhece a tarte tatin? (se pronuncia tarte tatãn). Uma torta de maçã francesa deliciosa e delicada.

Este doce, super tradicional, tem uma história super legal! É mais uma daquelas maravilhas do mundo criadas acidentalmente. O chef Fábio Bitelli do Copa & Sala me contou a história e passou essa receita de hoje.

As irmãs Tatin, no século XIX, tentavam fazer um doce de maçã, mas como não ficou como esperavam cobriram com a massa e transformaram em torta, criando essa sobremesa deliciosa!

obrigada irmãs Tatin! yumi

obrigada irmãs Tatin! yumi

combina super para ser servido com um creme de creme de leite fresco ou com sorvete

combina super para ser servido com um creme de creme de leite fresco ou com sorvete

Tarte Tatin
obrigada irmãs Tatin! yumi
  • » Ingredientes:

  • 1 Kg de maçã gala
  • ½ fava de baunilha (usar as sementes)
  • 1 limão
  • 400 gramas de massa folhada
  • 40 gramas de manteiga sem sal
  • 60 gramas de açúcar refinado

  • » Modo de Preparo:

  • Descasque as maçãs e corte-as em 4 partes no sentido da altura, retirando o cabinho e as sementes.
  • Deixe as maçãs de molho em água com ½ limão espremido.
  • Escolha uma frigideira grande que possa ir ao forno.
  • Coloque toda a manteiga e o açúcar na frigideira.
  • Escorra e seque as maçãs e vá colocando-as na frigideira, tentando encaixar bem para não deixar espaços.
  • Espalhe sobre as maçãs na frigideira as sementes da fava de baunilha e a outra metade do limão espremido.
  • Tampe a frigideira e leve em fogo médio até que o líquido desprendido das maçãs alcance a borda da frigideira.
  • Destampe e baixe o fogo até reduzir e caraterizar (cor âmbar).
  • Retire do fogo.
  • Corte a massa folhada com o diâmetro um pouco maior que o da frigideira. Faça pequenos furos com o garfo na massa e leve ao forno médio pré-aquecido até dourar levemente.
  • Desenforme antes de servir.

Hummm... outras delícias:


Chá suchá e dica de instagram

» Postado em Bebidas / segunda-feira, 02 de fevereiro de 2015

Como já contei algumas vezes por aqui adoro o instagram (já me segue lá? @panelasepaetes). Gosto super de seguir perfis que dão dicas bacanas.

Atualmente um que venho achando super legal é de uma amiga querida dermatologista que sempre dá dicas ótimas e práticas para o nosso dia-a-dia, e deixo aqui a sugestão pra vocês: @dramarianadermatologia.

Na semana passada ela postou uma receita de chá (que eu adoro) com ativos que melhoram a circulação e diuréticos pra gente ter uns pontinhos a mais na guerra contra a celulite.

Pedi autorização, e aqui divido com vocês essa receita.

foto 2

foto 1

Suchá
foto 2
  • » Ingredientes:

  • 1 rodela de abacaxi
  • 4 colheres de sopa de romã
  • 1 colher (chá) de cavalinha
  • 1 colher (chá) de centena asiática
  • 1 colher (chá) de hibisco
  • erva doce fresca a gosto
  • anis estrelado
  • 3 xícaras de água quente

  • » Modo de Preparo:

  • Esquente a água em uma panela e, assim que começar a ferver, desligue o fogo e acrescente as ervas.
  • Abafe por 2 minutos e coe.
  • Em um liquidificador bata os demais ingredientes com o chá.
  • Leve a geladeira, para servir gelado.

Hummm... outras delícias:


Torta de Legumes

» Postado em Salgados / quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Bom, chega dessas “férias” forçadas do blog por falta de tempo…

A vida está uma loucura e o P&P ficou aqui abandonadinho…. mas eu estou cheia de aventuras novas na cozinha pra contar pra vocês…

Apesar de ter uma fila de receitas gorduchas e gostosas que fiz nas festas de fim de ano e nos fins de semana de janeiro, vou pular a fila e colocar aqui uma receita de torta de legumes super saudável. Explico o porquê: ontem coloquei uma foto dela no insta (@panelasepaetes) assim que saiu do forno, e muita gente curtiu e pediu a receita.

Ela ficou bem saborosa e leve, meu jantar foi metade da torta com uma saladinha.

<3

<3

Desculpem a ausência… cá estou!

Obs importante: Se alguém aqui faz Vigilantes do Peso, essa torta rende 2 porções com 6 propontos cada ;)

Torta de Legumes
foto
  • » Ingredientes:

  • 1 xícara de cenoura ralada no ralo grosso
  • 1/2 abobrinha ralada no ralo grosso
  • 1 cebola picada em cubinhos
  • 1 tomate sem sementes picado em cubinhos
  • 1 dente de alho amassado com um pouco de sal
  • 2 ovos
  • 4 colheres de sopa de leite desnatado
  • 2 colheres de sopa de farinha de trigo integral
  • 1 colher de chá de fermento
  • 4 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • 1 colher de chá de mostarda djon (opcional)

  • » Modo de Preparo:

  • 1 - Ligue o forno para pré aquecer a 180 graus
  • 2 - Misture a cenoura, abobrinha, tomate, cebola e alho e tempere a seu gosto (usei tomilho, orégano e sal)
  • 3 - Em um recipiente separado bata os ovos com um garfo ou fouet
  • 4 - Acrescente aos ovos a farinha, o leite, a mostarda, metade do parmesão, e o fermento e misture bem
  • 5 - Junte os legumes a essa mistura
  • 6 - Transfira para uma forma (como usei forma de teflon não foi necessário untar, mas se você for usar forma de alumínio tradicional unte com manteiga ou azeite) e polvilhe o restante do parmesão por cima
  • 7 - Leve ao forno pré aquecido (180 graus) por cerca de 40 minutos ou até ficar dourado

Hummm... outras delícias:


Enfeites de natal – DIY

» Postado em Receitas de Leitores, Sem categoria / sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Hoje vou fazer um post diferente. Não vou mostrar nenhuma receita, nem contar de um restaurante ou viagem.

As festas de fim de ano estão se aproximando, e se você também adora enfeitar a casa no clima natalino vai gostar dessa idéia.

É um DIY (do it yourself – faça você mesmo) de enfeites natalinos bem rápido e charmoso.

Estes das fotos não fui eu que fiz, foi minha amiga prendada Tati, e quem conta o passo-a-passo é ela:

Materiais:
- feltros na cor que desejar (usei vermelho e branco)
- moldes desenhados em papelão ou cartolina (eu usei embalagens durinhas de biscoito)
- caneta
- tesoura
- agulha
- linhas de bordar (usei vermelha e branca)
- fibra siliconada para o enchimento
- cola de artesanato ou cola quente
- fitas e botões para decorar

natal1

1) Desenhe os contornos da meia no feltro com caneta usando o molde (lembrar que precisa fazer isso 2 vezes, para ter as 2 partes: a da frente e a de trás do enfeite). Neste caso a meia no feltro vermelho e os detalhes dela no feltro branco.
2) Recorte as imagens
3) Posicione as imagens, nesta etapa, se preferir pode usar alfinetes
4) Costurar com pontos “alinhavo” os detalhes em apenas uma parte da meia, usando a linha na cor que desejar, usei vermelha para destacar!
5) Depois de aplicados todos os detalhes, costurar com ponto “caseado” as duas partes da meia, novamente com a linha na cor que desejar, usei branca!
6) Nesta etapa é necessário deixar uma pequena abertura para colocar o enchimento de fibra siliconada, e depois disso, terminar o fechamento das duas partes
7) Colar na parte de trás da meia uma “argola” de fita para poder pendurá-la em sua árvore de Natal
8) Decorar a meia com fitas e botões usando a imaginação.

natal2

natal3

natal5

 

natal6

natal7

natal8

natal11

OBS:
- os moldes eu mesma desenhei copiando de algumas imagens que achei na internet, mas existem diversos moldes prontos que você pode encontrar por lá também
- se você não sabe fazer esses tipos de pontos, existem diversos videos no youtube ensinando (eu também não sabia!! rs…)
- com essas dicas é possível criar diversos enfeites para sua árvore de Natal

Espero que aproveitem!
Beijos

Hummm... outras delícias:


Batata doce chips de microondas

» Postado em Salgados / quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Aquela fominha do meio do dia sempre pega a gente de surpresa, e a vontade é atacar todos os junks possíveis.

Essa receita super leve além de dar uma enganada na vontadinha de fritura é quase tão prática quanto abrir um pacote de cheetos

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Chips de batata doce
SONY DSC
  • » Ingredientes:

  • 1 batata doce grande
  • ½ litro de água
  • sal e pimenta
  • páprica picante

  • » Modo de Preparo:

  • Lave a batata.
  • Sem descascar fatie-a bem fininho (eu usei um mandolim).
  • Coloque-as em uma vasilha com a água, sal e pimenta e deixa descansar por 15 minutos.
  • Retire as batatas da água e enxugue bem com a ajuda de um pano de prato limpo.
  • Coloque as batatas em um prato ou refratário que possa ir no microondas em uma única camada (dependendo do tamanho do seu microondas você precisará fazer um pouco de cada vez, já que é super importante ser um camada única).
  • Coloque no microondas na potência máxima por 1 minuto e 40 segundos.
  • Vire todas as batatas e repita o processo (mais 1 minuto e 40 segundos).
  • Por fim, acerte o sal e salpique páprica picante.

Hummm... outras delícias:


Coscouz marroquino

» Postado em Salgados / segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Eu adoro coscouz marroquino.

A melhor parte é que além de ser saboroso e leve, e muito fácil de fazer. Rende um monte e ainda você pode variar as combinações de sabores até o limite da imaginação.

Outro dia, fiz para acompanhar uns camarões de um jeito bem simples.

SONY DSC

Coscouz Marroquino
SONY DSC
  • » Ingredientes:

  • 250 gramas de coscouz marroquino
  • 250 ml de água
  • 1 pacote de ervilha fresca congelada
  • 1/2 pacote de vagem congelada
  • 1 talo de salsão
  • 1 caixinha de tomatinhos cereja
  • azeite a gosto
  • sal e ervas (usei alecrim e tomilho)

  • » Modo de Preparo:

  • Ferva a água.
  • Em uma vasilha coloque o coscouz e cubra com a água fervente.
  • Deixe descansar por 2 minutos.
  • Enquanto isso, passe rapidamente por água morna a ervilha e a vagem até amolecerem.
  • Pique o salsão em cubinhos pequenos e os tomatinhos ao meio.
  • Aqueça uma panela com um fio de azeite e refogue a ervilha, a vagem e o salsão com sal e ervas de sua preferência.
  • Na vasilha do coscouz, solte bem os grão com um garfo e misture os ingredientes do refogado, com o coscouz e os tomatinhos.
  • Regue com um pouco de azeite.
  • Acerte o tempero se necessário

Hummm... outras delícias:


Carol – cozinheiros em ação – entrevista

» Postado em Por aí... / sábado, 22 de novembro de 2014

Quem não ama um reality? _o/

E pra quem, como nós, também adora cozinhar, o programa “Cozinheiros em ação”, que acabou de encerrar a segunda temporada é, literalmente, um prato cheio.

A vencedora dessa edição, a talentosíssima (AND gata) Carol Quartim (segue ela no instagram @carolquartim) respondeu algumas perguntas para esse singelo blog!

Confere aí:

carol

P&P- Como e quando você começou a cozinhar?

“Comecei a cozinhar pequena, com onze doze anos, eu pegava livros de receitas, revistinhas e ficava testando as receitas. No inicio fazia tudo errado, estraguei muita receita e aos poucos fui pegando o jeito. Com 15 anos fui morar com meu pai, que tinha voltado da França com muitos livros e começei a cozinhar com ele coisas mais refinadas. E dai fui aprendendo, sempre muito interessada pelo tema, sempre olhando tudo que fosse de comida.”

 

P&P- Gostar de cozinhar muita gente gosta, mas ter talento é outra coisa. Quando você se descobriu talentosa na cozinha?

“Começou com a famíliia, todo mundo aprovando todas as minhas invenções, depois os amigos. Mas sempre foi mais uma paixão por cozinhar, do que reconher um talento. Mas aos poucos eu fui vendo, olha eu cozinho bem. Até que eu percebi que era a melhor coisa que eu fazia e ai resolvi que era com isso que tinha que trabalhar. E quando comecei na area o resultado foi sempre muito aprovado. Só que pra mim de toda forma foi uma surpresa a minha comida ser tão bem aceita pelos jurados.”

 

P&P- Em muitos episódios do programa você chorou nos depoimentos e se mostrou bastante emocionada. Mesmo assim, nunca errou feio em um prato, sempre se mantendo bem acima da média, ou, no mínimo na média. Porque você acha, que diferente de tantos outros candidatos, o emocional não te atrapalhou na hora de cozinhar?

“Acho que por algumas razões. Primeiro porque cozinhar pra mim é terapeutico, quando eu cozinho é o unico momento onde todos os meus pensamentos estão exclusivamente voltados pra um único propósito, que é a comida. As minhas piras, meus problemas , desaparecem, e eu só penso no que eu to cozinhando. Entao  cozinhar me ajuda a me manter sã, e não me atrapalha. E acho também que a emoção que eu coloco na comida, independente do meu estado de humor, cozinhar pra mim é sempre um prazer, e eu coloco na comida todo meu amor. ”

 

P&P- No episódio do peixe, em que você ficou com a sardinha, você disse que esse era o peixe que poderia te salvar, já que era um dos únicos que você apresentava alguma intimidade no preparo. No esporte, quando acontece algo assim, chamamos de “sorte de campeão”. Você acha que foi mais ou menos isso?

“Apesar deu ter escolhido a saridnha foi uma pequena parcela de sorte, por ninguem ter escolhido primeiro. Mas de uma maneira geral não me considero uma pessoa com “sorte de campeão”, tudo que eu conquistei até a hoje na minha vida, não foi muita coisa ainda, mas foi com ralação, dramas e dificuldades. Nada caiu  do céu.”

 

P&P- Qual a sua relação com os jurados e com o Olivier?

“Eu conheci todos durante as gravações dos programas. São todos muito bacanas, foram todos muito legais com todo mundo.”

 

P&P- Você acredita que o programa mudará os rumos da sua vida profissional? Quais são seus projetos daqui pra frente?

“Vai dar um gás com certeza, tem muita gente querendo comer minha comida, e eu to com muita vontade de cozinhar pra todo mundo.  Tô em busca de montar um negócio meu, estou montando meu site, e mais vários outros planos, que não aconteceram ainda, e dizem que se contar não acontece, rs.”

Hummm... outras delícias:


Ratatouille com macarrão

» Postado em Salgados / quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Depois dessa viagem cheia de comilanças que vocês viram nos posts anteriores, precisei seguir uma semana mais levinha.

Adoro ratatouille, tanto pelo sabor quanto pela versatilidade: você pode comer puro ou como acompanhamento, quente ou frio, ou acrescentando em um macarrão, como eu fiz nesse caso.

As quantidades que eu coloco na receita dos ingredientes do ratatouille (para duas pessoas) caem certinho na quantidade de macarrão. Mas se você quiser pode fazer, como eu fiz, o dobro da receita e guardar o ratatouille para comer de outras maneiras (lembra da versatilidade?).

Achei que deu bem certo!

SONY DSC

SONY DSC

Ratatouille com macarrão
SONY DSC
  • » Ingredientes:

  • 1 berinjela
  • 1 abobrinha
  • ½ pimentão vermelho
  • ½ pimentão amarelo
  • 1 colher (chá) de sal
  • ½ cebola em cubinhos
  • 1 dente de alho amassado
  • 3 tomates maduros sem pele e sem semente em cubos
  • ½ xícara de azeite
  • 150 gramas de macarrão integral (usei fusili ou parafuso)
  • 250 gramas de queijo cottage
  • sal e ervas a gosto para temperar o cottage (usei alecrim e tomilho)

  • » Modo de Preparo:

  • Fatia as abobrinhas e berinjelas bem fino (usei um mandolim).
  • Coloque as fatias em uma tigela, jogue a colher de chá de sal por cima, misture bem e deixe descansar por 30 minutos.
  • Enquanto isso tire as sementes e partes brancas dos pimentões e corte-os em tirinhas finas.
  • Após o descanso, escorra a água que formar na berinjela e abobrinha e seque bem cada fatia.
  • Pré aqueça o forno a 200 graus.
  • Aqueça uma frigideira bem quente, com um fio de azeite, e grelhe as fatias de abobrinha e berinjela (não coloque muitas por vez, faça sempre, uma única camada). Reserve.
  • Na mesma frigideira, refogue rapidamente o alho e a cebola, e acrescente os tomates. Cozinhe em fogo baixo até que o tomate comece a desmanchar.
  • Em um refratário que possa ir ao forno, espalhe o tomate no fundo e coloque bem misturado as berinjelas, abobrinhas e pimentões. Regue com o azeite e leve ao forno a 200 graus por 20 minutos.
  • Enquanto isso, coloque água para ferver e cozinhe o macarrão conforme as instruções da embalagem.
  • Enquanto o macarrão cozinha tempere bem o cottage com sal e ervas (não economize no tempero, pois o cottage é bem leve).
  • Escorra o macarrão e na mesma panela que usou para cozinhá-lo coloque o cottage e leve no fogo médio. Quando ele começar a borbulhar misture o ratatouille e por último o macarrão.

Hummm... outras delícias:


Restaurantes na viagem

» Postado em Por aí... / terça-feira, 18 de novembro de 2014

Este post é um daqueles que é bom você reler quando estiver pensando em ir para algum desses lugares.

Indico aqui pra vocês os restaurantes que mais gostei na viagem:

#NICE:

* Chez Juliette:

Não sei se é porque foi o primeiro bistrô bem francesinho da viagem, mas adoramos este restaurante. No coração do centrinho histórico de Nice, tinha um atendimento bem familiar e todos os pratos estavam deliciosos.

A entrada que escolhemos era uma trouxinha de massa folhada recheada de queijo brie memorável!

a decoração tinha toda antiguinha

a decoração era toda antiguinha

essa entrada de brie era tudo de bom

essa entrada de brie era tudo de bom

1 Rue Rossetti, 06300 Nice, França +33 4 93 92 68 47

#Alba:

* Osteria dell’Arco:

Na terra da trufa, este restaurante é imperdível.

Ambiente delicioso e comida nem se fala, carta de vinhos que deixou o maridão de queixo caído.

nhoque com trufa negra

nhoque com trufa negra

massa com trufa branca...

massa com trufa branca…

... e um belo barolo

… e um belo barolo

Piazza Navona, 5 Alba  tel 0173 363974 info@osteriadellarco.it

#Turin

*Manzò

Este lugar na verdade é um açougue, super charmoso e moderninho.

No andar de cima, eles tem um salão que é uma graça.

Funciona assim: você escolhe a carne que vai comer (o peso é por Kg) e sobe enquanto eles preparam. Além de linguiças deliciosas, comemos uma bisteca fiorentina pra carnívoro nenhum botar defeito!

este painel explicava o serviço de açougue...

este painel explicava o serviço de açougue…

...este explicava o serviço de restaurante...

…este explicava o serviço de restaurante…

... e este os cortes de carne

… e este os cortes de carne

tábua de queijos delícia

tábua de queijos delícia

a estrela da nite: bisseta fiorentina sobre uma placa de sal

a estrela da noite: bisseta fiorentina sobre uma placa de sal

estamos na Itália, né? então... panacota INCRÍVEL

estamos na Itália, né? então… panacota INCRÍVEL

Via Antonio Gramsci 1 Turim +39 011 020 8230

#Colmar

*L’Auberge, brasserie

No hotel que ficamos hospedados em Colmar tinham dois restaurantes muito bem cotados.

Um deles, era menu degustação, mais caro, então não provamos.

O outro, era a la carte normal. Provamos e aprovamos. Era uma mistura da cozinha alsaciana (praticamente comida alemã) com cozinha francesa.

este peixe parecia uma truta, muito bom!

este peixe parecia uma truta, muito bom!

7 Place de la Gare, 68000 Colmar, França +33 3 89 23 17 57

#Paris

*La Maison du Jardin:

Achei que ia embora de Paris sem ter nenhum restaurante para indicar, mas no último jantar da viagem isso mudou!

É um restaurante de menu fixo, poucas opções de entrada, prato principal e sobremesa para escolher no dia.

O prato principal que nós escolhemos, me da saudade só de pensar. Era um pato cozido bem lentamente (cerca de 7 horas de forno), que vinha para a mesa desmanchando dento de uma massa folhada fininha e crocante acompanhada de figo assado no vinho (babei!).

to chorando só de lembrar desse pato

to chorando só de lembrar desse pato

IMG_4099

 27 Rue de Vaugirard, 75006 Paris, França +33 1 45 48 22 31

Hummm... outras delícias: